Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Conversa de Homens

Existe um novo paradigma de masculinidade. O Homem Deixou de ser um parvalhão, passou a ser uma pessoa!

Existe um novo paradigma de masculinidade. O Homem Deixou de ser um parvalhão, passou a ser uma pessoa!

Agora, as "invejosas" podem ter sorte

playboy.jpg

 

Quando Joana Amaral Dias apareceu despida na capa de uma revista, as críticas fizeram-se ouvir. Não discuto o facto de sermos um país um pouco (para não dizer muito) conservador, mas sim as críticas que se ouviram pelo facto de ela querer protagonismo.

 

Terá perdido credibilidade e votos por fazer isto em plena campanha eleitoral? Ou, pelo contrário, o resultado, apesar de mau, foi melhor do que se tivesse mantido a roupita no corpo?

 

Como pessoa não a conheço, como figura pública nem é das que me leva. Mas que tem corpinho para aquilo, lá isso tem. E se quer mostrar, força!

 

Muitas das críticas tiveram por base aquela dose de inveja que tanto caracteriza o ser humano e que os portugueses têm em dose exagerada. É complicado viverem com o sucesso que os outros têm. É isso que promove o "ódio" por José Mourinho ou Cristiano Ronaldo.

 

Mas agora há uma nova esperança para aquelas que tanto apontaram o dedo à postura de Joana Amaral Dias (ao mesmo tempo que se roiam pelo corpinho da candidata. Elas porque queriam ter um igual, eles porque lhe queriam tocar): A Playboy vai acabar com a nudez e adoptar fotografias de mulheres mais vestidas.

 

Adeus problemas de celulite, adeus gordurinhas a mais, que ficam escondidas por aquela pecinha que cai a matar. Mas ainda resta saber se esta medida da icónica revista americana (que voltou a ser editada em Portugal) chegará mesmo a ver a luz do dia em 2016.

 

É preciso lembrar que esta medida de ter mulheres de capa vestidas na Playboy teve estreia em Portugal, com Rita Pereira. Bom, neste caso a "polémica" nas redes sociais foi por a actriz se ter despido pouco...

 

Argumentos para a Playboy acabar com a nudez? A Internet está cheia de pornografia e como tal a revista deixou de ser usada como instrumento de motivação (vamos ponderar sobre este argumento). Os responsáveis da Playboy acreditam que irá aumentar as vendas se apostar mais no conteúdo, na qualidade dos artigos, do que na "simples" nudez.

 

Quanto a mim, continuo a afirmar que a beleza das mulheres não se resume apenas aqueles corpinhos esculturais! Por isso, a inveja cai mal. Mas é difícil convencê-las disto!

 

É matéria para analisar depois de implementada a medida. Mas, uma coisa será certa, com isto, o leque de escolha das senhoras de capa aumenta substancialmente. Já para não falar na poupança de tempo no que diz respeito ao tratamento da fotografia...

 

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Paulo M. Guerrinha 16.10.2015 11:03

    Com toda a certeza.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.