Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Conversa de Homens

Existe um novo paradigma de masculinidade. O Homem Deixou de ser um parvalhão, passou a ser uma pessoa!

Existe um novo paradigma de masculinidade. O Homem Deixou de ser um parvalhão, passou a ser uma pessoa!

"Comi 300 gramas da minha avó!"

Barack Obama lança cinzas da avó ao mar foto @Splash News

 

A conversa de hoje pode ser uma daquelas consideradas macabras. Mas antes de tirarem conclusões precipitadas, leiam com atenção pois o protagonista desta história contou-a a rir, apesar do manifesto desgosto.

 

Lidamos mal com a morte. Isto é mas ou menos consensual. A sensação de perda de um ente querido é algo que nos abala e provoca arrepios. Muitas vezes vivemos com essa ansiedade anos a fio. Mas, se há algo que já aprendi, é que esse será o nosso fim. O desejo, que seja o mais tarde possível.

 

Por isso, quando ouvimos uma história como esta, ficamos perdidos no meio de sensações dúbias. O herói da história não comeu, literalmente, a avó, como é óbvio. Mas, entre conversas sobre o tema, surge a dele que levou todos os ouvintes a uma dose de gargalhadas que terminaram em lágrimas.

Estava um dia de calor e o herói, de fato, estava já transpirado, corpo e rosto pegajoso. No final da cerimónia, desloca-se até à Costa da Caparica para, de um dos pontões, lançar as cinzas da avó ao mar.

A avó do herói morreu. O seu desejo era ser cremada e deitada ao mar. Um ato ilegal, diga-se, mas que é bastante praticado. Pessoalmente, odeio cemitérios e toda a dor que representam. Por isso, a cremação e libertação das cinzas, principalmente se esse for o desejo de quem parte, é para mim a melhor opção.

 

Estava um dia de calor e o herói, de fato, estava já transpirado, corpo e rosto pegajoso. No final da cerimónia, desloca-se até à Costa da Caparica para, de um dos pontões, lançar as cinzas da avó ao mar. Acredito que a maioria já descobriu o que se passou de seguida e que esta história terá réplicas por esse mundo fora. Na foto que ilustra esta conversa, está Barack Obama, Presidente dos Estados Unidos, a lançar as cinzas da sua avó no mar do Hawai, onde morava. Pode ver-se que o vento empurra alguma cinza de volta para Barack Obama e para a sua meia-irmã.

 

Mas, no caso do contador desta história, assim que as cinzas são libertadas, o vento empurra-as contra o seu rosto que, lembrem-se, estava suado.

 

"Fiquei todo cinzento, com cinzas nos olhos dentro da boca, por todo o lado", contou. "Comi 300 gramas da minha avó".

 

Ao lado dele estava a irmã, que não conseguiu fazer mais nada do que rir. Não havia nada a fazer, a não ser mandar-se ao mar. Não se mandou. Tentou limpar-se e acabou por ficar com esta história que agora decidiu partilhar.

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.