Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Conversa de Homens

Existe um novo paradigma de masculinidade. O Homem Deixou de ser um parvalhão, passou a ser uma pessoa!

Existe um novo paradigma de masculinidade. O Homem Deixou de ser um parvalhão, passou a ser uma pessoa!

Salmão no forno a la Vasconcellos

nunovasconcellossalmao.jpg

 O simbolo da Mastercard, no avental, será pura coincidência...

 

Esta receita é um misto de culinária com indignação jornalística. O dia de ontem ficou marcado pela reação dos jornalistas do Diário Económico, (jornal que está a passar por enormes dificuldades financeiras, estando mesmo com os salários em atraso), às fotografias colocadas no Facebook pelo principal accionista da Ongoing, dona do DE.

Nas fotos, Nuno Vasconcellos, aparece feliz a cozinhar um enorme lombo de salmão com limão. Os jornalistas consideraram esta manifestação pública de felicidade como uma afronta, uma vez que há quem esteja mesmo a passar dificuldades em virtude dos salários em atraso.

 

As reações no Facebook não se fizeram esperar e o comentário feito por um dos jornalista do DE dizia o seguinte:

"Meu caro accionista, dono do grupo Económico, não é por apagares as lindas fotos que tiraste a cozinhar um bom salmão que vais parar a indignação de quem trabalha no económico, curiosamente impresso em cor salmão. As 150 famílias que vivem sem receber há três meses, da ainda tua empresa, continuam a desejar te tantas felicidades como aquela que lhes estas a proporcionar. Cumprimento de todos os leais empregados".

Screen Shot 2016-03-01 at 23.25.24.png

 

 

As fotos, foram, entretanto, apagadas do perfil de Nuno Vasconcellos, o que serviu para agitar um pouco mais as águas:

"Há pessoas que percebem tanto de tecnologia como de gestão. O que vem para a net fica na net. There's no place to hide.

[esta era a legenda do post original: Espero que o manjar dê para alimentar as 150 bocas a quem não paga salários há meses.]"

 

nunovasconcellos.jpg

 

O tema foi, entretanto, motivo de notícia no Expresso e no Correio da Manhã.

Entre os jornalistas há mesmo quem tenha o espírito de ironizar com o facto do jornal ser impresso na cor salmão.

 

Aproveito para deixar uma receita de salmão, não será exactamente a mesma que Nuno Vasconcellos cozinhou, tentei adivinhar pelas imagens (e inventar um pouco), servirá para um jantar saudável, entre amigos.

 

Ingredientes para 4 pessoas

Jornal Diário Económico (sim, aquele cor de salmão, em papel, que se vende nos quiosques)

Um lombo de salmão 600 gr (ou lombos de salmão congelado, 1 por pessoa, para as carteiras mais modestas)

Sal Q.B.

Pimenta Rosa em grão Q.B.

Pimenta preta Q.B.

1 raminho de rosmaninho 

1 Limão

Azeite Q.B.

 

Para a cama do salmão

6 cenouras médias

2 courgettes médias

1 alho francês

 

Preparação

Tempere o salmão com o sal e um pouco de pimenta preta, os grãos de pimenta rosa e com o sumo do limão. Passe os dedos pelo pau de rosmaninho de forma a libertar as agulhas uniformemente por cima do salmão. Para dar um pouco mais de intensidade ao sabor, raspe um pouco da casca do limão por cima do peixe.

 

Corte o alho francês às rodelas e as cenouras e courgettes (abobrinha, no Brasil) longitudinalmente, mas finas.

Num tabuleiro, distribua os vegetais cortados, tempere com um pouco de azeite e deite o salmão, com a pele voltada para cima. Leve ao forno, pré-aquecido nos 200º e deixe cozinhar durante 30 minutos. O tempo pode variar, dependendo do forno e do tamanho do lombo do salmão. Se utilizar os lombinhos que se compram congelados, por norma, ficam no ponto ao fim de 15 minutos de forno. 

 

Sente-se e leia o jornal enquanto espera que esta delícia fique pronta. Acompanhe este momento e a refeição com vinho branco bem fresco. Já agora, recorde que antigamente o peixe era vendido enroaldo em papel de jornal?

 

A receita, como disse, não será exatamente a mesma de Nuno de Vasconcellos, mas se houver mil a cozinhar esta sugestão, as receitas do Económico podem crescer. Além de se deliciar com o jantar, pode ficar com a satisfação de estar a contribuir para salvar um dos jornais de referência do jornalismo em Portugal.

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.