Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Conversa de Homens

Existe um novo paradigma de masculinidade. O Homem Deixou de ser um parvalhão, passou a ser uma pessoa!

Existe um novo paradigma de masculinidade. O Homem Deixou de ser um parvalhão, passou a ser uma pessoa!

Vem aí o Dia dos Namorados

morangos com chocolate valentines.jpeg

 

Para mim, o dia dos namorados é como o Natal. Deveria ser celebrado todos os dias. Uma relação, seja de amizade (que inclui amor) ou de amor (no seu sentido mais carnal), precisa de ser trabalhada diariamente. É algo que cresce e se pode cultivar. E o contrário também é verdade. Um pequeno descuido, pode fazer com que murche!

 

Por isso, sim, uma relação implica esforço de ambas as partes para funcionar e crescer saudável. Mas é um esforço saudável, não um esforço do género: lá vou ter de jantar outra vez com ela(e)... 

 

Feito este esclarecimento prévio, e como já assumi por diversas vezes, sou um romântico por natureza. Gosto de mimar quem está a meu lado e guardo as coisas boas (e menos boas) das relações de amor ou amizade mais antigas.

 

Por isso, e como tento, todos os dias, manter acesa a chama que alimenta a minha relação com a mulher que amo, esta data é assinalada, mas não como se fosse "O Dia". Para ser honesto, na maior parte das vezes, nem sequer assinalamos com presentes materiais. Trabalhamos os dois e a bebé também precisa da nossa presença. Por isso, sempre que possível, aproveitamos para celebrar o amor, dividindo o dia dos namorados ao longo de todo o ano.

 Pode começar com um passeio a dois, uma passagem por um spa, um jantar romântico, uma noite escaldante.

Para os românticos, é impossível passar completamente ao lado da data. O marketing entra-nos pelos olhos e faz-me pensar também naqueles que, sozinhos, ainda procuram a alma gémea. Acredito que são aqueles que estão fora de uma relação, que mais ralações têm neste dia. Dirijo-me, claro, aos românticos e não aos que pensam estar melhor sozinhos!

 

Ninguém está melhor isolado (a não ser um avançado em dia de jogo). Vai contra a natureza humana! Mas deixemos esse tema para outra conversa. Claro, os comentários estão abertos a todos os que queiram desabafar!

 

Hoje, falamos de amor. Daquilo que duas pessoas sentem sempre que estão juntas, ou mesmo afastadas! Dos arrepios, da imensidão de sensações que nos percorre o corpo sempre que recordamos alguns momentos mais íntimos. Sensações que, mesmo em público, nos fazem esboçar um sorriso que pensamos estar a disfarçar. Não disfarçamos e a nossa cara é incapaz de esconder esses traços de felicidade e desejo.

 

Por isso, aquilo que mais desejo para o dia dos namorados, é que todos encontrem a metade que falta.

 

No que me diz respeito, sinto-me um felizardo. Olho para o passado, recordo com carinho todas as mulheres que fizeram parte da minha vida. Relações mais ou menos duradouras, com mais ou menos picante, mais ou menos alegrias, que serviram para ajudar a trilhar o caminho até à mulher com quem estou e me vejo ficar até ao fim dos dias.

 

Sim, é lamechas, e todas aquelas outras expressões proferidas quando se fala do amor! Mas o amor é isso tudo, e muito mais. Ter medo de o assumir é apenas mais uma forma de tentar esconder aquilo que somos.

 

Já o disse neste blog mais do que uma vez e repito. Não sou menos homem por assumir os meus sentimentos e de os partilhar. Não partilho tudo, claro, mas é preciso manter as coisas interessantes!

 

Por isso, o meu conselho para os homens que têm a felicidade de estar ao lado da mulher que amam, aproveitem este dia para começar a tomar atitudes mais românticas diariamente. Os que já o fazem, conhecem as vantagens!

 

De qualquer forma, é sempre possível surpreender com um dia diferente. Pode começar com um passeio a dois, uma passagem por um spa, um jantar romântico, uma noite escaldante. Para os que têm filhos, (certamente sabem que de vez em quando devem tirar algum tempo sem eles) mas este é um dia para aproveitarem a dois.

 

Não me vou alongar muito mais mas, se já leram até aqui, que tal responder a este questionário que serve para tentar perceber se andamos românticos, ou nem por isso!

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.